Em setembro de 1980 foi fundada, por Mrs Susan Farrow, a Escola Britânica da Madeira, no Funchal. Nesta escola privada estudavam filhos de ingleses residentes na Madeira e portugueses, sendo o ensino bilingue.

A escola fornecia o currículo britânico (versão escocesa) conjugado com parte do programa oficial português. Era oficialmente reconhecida pela Secretaria Regional da Educação da Madeira (SRE) e pelo Consulado Britânico. Os alunos ao saírem da Escola Britânica tinham transferência para qualquer escola portuguesa mediante um Certificado de Equivalência de estudos concedido pela SRE e para qualquer escola de língua inglesa em qualquer parte do mundo.

Muitos alunos entraram nas melhores universidades do mundo, incluindo Oxford, Cambridge, Edinburgh, Glasgow, Aberdeen, Newcastle e Londres, Princeton (USA), bem como, Lisboa, Porto e Coimbra, em Portugal.

A escola era membro do European Council of International Schools (ECIS), que inclui the British International School in Moscow, Moscow Economic School and Moscow International Gymnasia. Era também membro do Council of Heads of English Speaking Schools in Portugal (CHESS). A escola mantinha também estreitas relações com Scottish Qualifications Authority (SQA).

Mrs Susan Farrow, faleceu em 2008 tendo assumido o cargo de Principal, durante 6 anos, Mrs. Jane Gorden, em janeiro de 2009.

Em 2013 a escola passou a denominar-se MADEIRA Multilingual School, tendo como Principal Mrs. Júlia Ladeira Santos. É uma escola privada, internacional, a tempo inteiro para alunos dos 9 meses aos 15 anos de qualquer nacionalidade, incluindo portugueses, onde se enfatiza a aprendizagem do inglês e do português.